sexta-feira, janeiro 27, 2023
spot_img
InícioPolíticaCidadesMajor faz coleta entre PMs da Polícia Rodoviária Estadual

Major faz coleta entre PMs da Polícia Rodoviária Estadual

O subcomandante do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual do Pará, Armando Jofre Souza de Lima, mais conhecido pelo nome de guerra, como Major Jofre foi gravado em uma reunião com a sua tropa, onde pede aos seus subordinados, o valor de R$ 300 reais por posto de fiscalização. Segundo o oficial, o recurso só será arrecado neste mês de Julho.

Pelo que a fonte que nos enviou o vídeo explicou, o major não detalhou muito bem no que seria usado o dinheiro, mas pelo que deu para entender é com o objetivo de melhorar as condições dos alojamentos nos postos de fiscalização do Batalhão de Policiamento Rodoviário da Polícia Militar nas estradas paraenses.

Embora concordem que as condições oferecidas em seus locais de trabalho são precárias e ferem a dignidade da tropa e independente do que venha ser feito com o recurso solicitado, muitos policiais militares não acham justo mexerem em seus salários, que já não são lá essas coisas e ainda terão que custear algo que o Estado deveria prover.

Ainda segundo o informante, entre a tropa ninguém entende o motivo de estarem sendo obrigados a fazer uma “vaquinha”, nem que seja para financiar reformas em alojamentos ou qualquer outra estrutura da polícia rodoviária estadual, já que o governo estadual vem anunciando uma melhoria fantástica na arrecadação financeira estadual.

Leia também: Pará arrecada quase 5 bilhões de ICMS nos primeiros 4 meses de 2021

Os policias militares pedem que o governador Helder Barbalho tome conhecimento desta situação e aguardam que ele tome providências para evitar que o soldo dos praças não seja mais sacrificado com esse desconto irregular.

No trecho do vídeo abaixo, o Major Jofre explica a necessidade da “coleta”, onde diz: “Indubitavelmente, os senhores vão tirar serviço aqui. Vão ter a possibilidade de ter uma condição melhor. Não tem mais como manter soldados e cabos ali onde estão, não dá. Falei isso com o Freitas, o comandante observou. Precisamos ter uma condição mais digna aos policiais militares”.

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais visualizados