segunda-feira, janeiro 30, 2023
spot_img
InícioSaúdeLarvas na comida do Líder BR são confirmadas por ex-funcionário, que diz...

Larvas na comida do Líder BR são confirmadas por ex-funcionário, que diz ter coisa pior no Castanheira

Com alcance de 270.800 pessoas, o vídeo de uma mãe que encontrou larvas em seu prato, quando almoçava no restaurante do supermercado Líder, localizando na rodovia BR 316, em Ananindeua, deu o que falar e gerou milhares de comentários na postagem feira pela Página Política Pará, na última quinta-feira, 20.

De lá pra cá, nenhuma manifestação do supermecado Líder e nem da Vigilância Sanitária Municipal e Estadual, bem como de outras instituição que tem o dever de fiscalizar e investigar casos como esse, mas preferem abafá-los e deixá-los cair no esquecimento perante a opinião pública.

Com o fato sendo de conhecimento público, solicitamos que essa matéria seja compartilhada para que chegue aos membros do Ministério Público Estadual, ao Conselho Estadual de Saúde, ao Conselho Estadual de Segurança Alimentar e todos os demais órgãos responsáveis em assegurar uma fiscalização rídiga e permamente nos estabelecimentos que produzem e comercializam alimentos, afim de evitar com que a população paraense seja vítima da falta de higiene e salubridade destes locais.

Como vídeo viralizou nas redes sociais, várias pessoas passaram a denunciar outros casos. Por isso, diante da omissão de órgãos como a Vigilância Sanitária, vamos acionar outras instituições para que tenhamos mais segurança em nossa alimentação fora de casa.

Diógenes Brandão, redator deste portal de notícias.

Com inúmeros comentários, estamos lendo e printando para encaminhar junto à nossa denúncia aos órgãos competentes. Um deles é Adivaldo Maia, que se apresenta como ex-funcionário do Líder, que comentou o seguinte:

Eu trabalhei lá no líder castanheira nos anos de 1995/1996 e eu sei muito bem como é a parte interna de suas lojas.

E sei que quando a margarina ou manteiga estão com a data de validade vencida O fornecedor efetua a troca e deixa os produtos vencidos para o supermercado efetuar o descarte regular dos mesmos; porém nas lojas do líder nada se perde na parte de salgados a margarina ou a manteiga são retirados dos potes ou das latas que vem de fábrica e colocados dentro de baldes ou pequenos potes transparentes para vender a granel com outras datas de vencimento .

Teve uma vez que eu cheguei bem cedo umas duas horas antes da loja abrir e quando eu entrei no setor de salgados na parte onde só os funcionários do setor tem acesso vi com meus próprios olhos: vários baldes gigantes com toucinho, e derivados de porco, chouriço, charque e muitos outros produtos cobertos de larvas mortas de molho em uma mistura de álcool e água que ficou da noite anterior para ser embalados nos pratinhos de isopor.

Hoje não compro mais nada em supermercados produtos que vem embalados nos pratinhos ou em potes transparentes.

Quanto a fiscalização da vigilância sanitária, isso não funciona porque a fiscalização é previamente agendada e até a data da fiscalização claro que a loja vai estar toda maquiada como se não tivessem nada de irregularidade.

Agora o dia que a vigilância sanitária começar a trabalhar com visitas surpresas, não só o líder mas também outros locais estão ferrados.

Antigamente nós não tínhamos como fazer fotos ou filmagens, mas agora temos e é nossa obrigação denunciar e alertar a sociedade.

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais visualizados