quarta-feira, junho 7, 2023
spot_img
InícioSonegaçãoHELDER BARBALHO NEGA QUE SEJA O GOVERNADOR QUE MAIS DEVE À UNIÃO

HELDER BARBALHO NEGA QUE SEJA O GOVERNADOR QUE MAIS DEVE À UNIÃO

Uma reportagem do site Poder360 caiu como um bomba no meio político nacional e trouxe uma informação que incomodou muita gente, menos a maioria dos veículos de imprensa do Pará.

A matéria informa que o governador do Pará é o maior devedor entre os chefes dos Executivos estaduais, com R$ 170 milhões em débitos de suas empresas junto aos cofres da União.

Helder é sócio das empresas “Carajás FM” (R$ 69,3 milhões na dívida ativa) e “Diário do Pará” (R$ 85,9 milhões). Parte das dívidas do emedebista está relacionada à Previdência Social (R$ 59,8 milhões). Não há dívida registrada de Helder enquanto pessoa física.

A mãe de Helder, a deputada federal Elcione Barbalho (MDB-PA) e o pai de Helder, o senador Jader Barbalho (MDB-PA), também estão inscritos na dívida ativa da União por conta de débitos relacionados a empresas da família. A maior parte dos débitos é compartilhado entre os três.

As informações estão na matéria bombástica do Poder360, que traz como título: Governadores devem R$ 194,8 milhões para a União.

Ao todo, 8 chefes de Executivos estaduais aparecem ligados a empresas listadas na dívida ativa da União.

Dos 27 governadores, 8 têm R$ 194,8 milhões em débitos registrados na Dívida Ativa da União. A maioria dos valores são de dívidas de empresas nas quais figuram no quadro societário por não recolhimento à Previdência Social (R$ 59,8 milhões) e do IRPJ (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica), R$ 47,6 milhões pendentes. Os dados foram obtidos pelo Poder360 junto à PGFN (Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional).

Dos débitos das empresas ligadas aos governadores, R$ 50,2 milhões são classificados como dívida irregular e estão em processo de cobrança. Neste caso, as companhias nesta situação não podem tirar Certidão Negativa de Débitos, o que as impede de pegar empréstimos em bancos públicos, de participar de licitações e de obter uma série de licenças, entre outras restrições. O restante (R$ 144,5 milhões) é classificado como dívida regular. Isso significa que as empresas foram reconhecidas como devedoras, mas tiveram o débito parcelado/garantido, entraram em processo de negociação ou obtiveram decisão judicial suspendendo temporariamente as cobranças.

Em nota enviada ao veículo de imprensa, a família Barbalho negou a dívida.

“O senador Jader Barbalho, a deputada Elcione Barbalho e o governador Helder Barbalho não devem nada ao Fisco. As empresas das quais são sócios, majoritariamente do Grupo RBA de Comunicação, também não têm dívidas, pagam seus tributos normalmente, aderiram a programas de parcelamento ou questionam administrativa ou judicialmente valores indevidos. É o mesmo caso da imensa maioria dos veículos de Comunicação do país.”

Com informações do Poder360, um dos veículos de imprensa com mais credibilidade no jornalismo brasileiro.

RELACIONADOS

Mais visualizados