sábado, janeiro 28, 2023
spot_img
InícioPolíticaCidadesEstudo de viabilidade pode tornar Icoaraci em um novo município

Estudo de viabilidade pode tornar Icoaraci em um novo município

O evento de assinatura do contrato entre o Movimento Pró Emancipação de Icoaraci – MPEI e o Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social da Amazônia – IDESA, que desenvolveu o estudo de viabilidade econômica, contou com o apoio institucional Federação das Associações de Desenvolvimento Distrital e Emancipalistas do Estado do Pará – FADDEPA, representado por seu presidente Antônio Pantoja e por seu Secretário Geral, Richard Rodrigues.

O contrato foi assinado na tarde da última quarta-feira, 2, na sede do Instituto Hélio Monteiro, na Travessa Soledade, bairro de Ponta Grossa, Distrito de Icoaraci, em Belém, capital do estado do Pará.

“Icoaraci é o maior Distrito brasileiro que almeja sua emancipação político administrativa. Um distrito que tem tudo para se tornar um dos novos municípios do Estado do Pará”.

Antônio Pantoja.

Icoaraci possui uma economia forte, apoiada na indústria, em um forte comércio, uma rede bancária com muitas agencias, escolas de ensino fundamental, médio e superior e um potencial turístico fabuloso. Mas, como todos os distritos brasileiros, tem seus problemas, por isso a luta por sua emancipação político-administrativa.  

Na foto, da esquerda para a direita: Hélio Monteiro (AMEI) e Antonio Pantoja (FADDEPA).

As pessoas às vezes me perguntam: Por que criar mais um município? Pra gerar emprego, pra gerar cargo de um prefeito, de um vice, de vereadores, de secretários? Só que as pessoas não pensam e nem imaginam, o quanto Icoaraci produz e arrecada e que não recebe de retorno de Belém. São inúmeras dificuldades que nós temos aqui: na Saúde, na Educação, Infraestrutura. Nós estamos em um distrito com mais de 400 mil moradores. Somos mais de 230 mil eleitores. Por que não transformar isso em um município? Tudo que é necessário para formar um município, Icoaraci tem. Icoaraci tem Fórum, Cartório, Cemitério”.

Hélio Monteiro.

Assista a transmissão ao vivo feita no ato da assinatura do contrato:

No ato da assinatura do contrato, o Movimento Pró Emancipação de Icoaraci – MPEI, representado por seu presidente senhor Antônio José Viana e seu vice-presidente, senhor Luiz Cícero das Neves. Pelo Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social da Amazônia – IDESA, representado pelos senhores Irani Monte Carneiro, Diretor Administrativo e Dornélio Silva, Consultor Técnico. Pela Federação das Associações de Desenvolvimento Distrital e Emancipalistas do Estado do Pará – FADDEPA, representado por seu presidente Antônio Pantoja e por seu Secretário Geral, Richard Rodrigues. Pela Associação do Movimento Emancipalista de Icoaraci – AMEI, representado por seu presidente Hélio Monteiro.

Na mesa do evento, da esquerda para a direita: Dornélio Silva (IDESA), Hélio Monteiro (AMEI), Antônio Pantoja (FADDEPA), Cícero das Neves (MPEI) e Arlindo Borges (IHM)

Pelo Instituto Hélio Monteiro – IHM, representado por sua Diretora Shirley Rosana Ribeiro Pereira, e o Movimento Icoaraci Livre – MIL, representado pelo seu presidente Waldemar José Ramos Soares e por seu vice-presidente Aldo de Jesus Nascimento Moraes

Confederação das Federações Emancipacionistas e Anexionistas do Brasil – CONFEAB, também esteve representada por seu presidente, senhor Antônio Pantoja e por sua Secretária Geral, Telma Reis.   

OUTROS DISTRITOS TAMBÉM LUTAM POR SUA EMANCIPAÇÃO

A consulta plebiscitária realizada em novembro do ano de 2020, envolvendo o Distrito de Moraes almeida, no Município de Itaituba, no Estado do Pará, cujo resultado já foi homologado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Pará (Resolução 5673/TRE/PA), que aconteceu simultaneamente com as eleições municipais, vem dando um impulso muito forte nesse processo aqui no Estado do Pará.

Além do Distrito de Moraes Almeida, Itaituba/PA, outro Distrito está com seu plebiscito para ser regulamentado pela Corte Eleitoral do Pará: Castelo dos Sonhos, no Município de Altamira/PA.

No dia 11/05, em reunião com o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Pará, deputado estadual Chicão (MDB), com a deputada dra. Heloisa Guimarães (DEM), e com o deputado José Maria Tapajós (PL), foram entregues pela FADDEPA, mais 07 (sete) Estudos de Viabilidade Municipal – EVM, cuja análise está sendo processa da pela Comissão Administrativa e Assuntos Municipais – CDAEAM, presidida pela deputada Dra. Heloisa Guimarães.

Leia também: ALEPA recebe estudo de viabilidade para criação de novos municípios no Pará

Fazem parte desse grupo dos sete (07): Rio Preto dos Carajás/Marabá, Vitória da Conquista das Carajás/Novo Repartimento, Sudoeste e Taboca/ São Félix do Xingu, Monte Dourado/Almeirim, Lago Grande do Curuai/Santarém e Fernandes Belo/Viseu.

“Agora é acompanhar a tramitação desses processos enquanto se aguarda a finalização dos Estudos de Viabilidade Municipal de outros Distritos”, informou o blog de Antônio Pantoja.

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais visualizados