sexta-feira, janeiro 27, 2023
spot_img
InícioBelémCom bolo cênico, servidores municipais fecham Almirante Barroso em protesto por melhores...

Com bolo cênico, servidores municipais fecham Almirante Barroso em protesto por melhores salários; acompanhe

“Servidor na rua, Edmilson a culpa é tua!”. Com essas palavras de ordem, bolo de papelão, cartazes e faixas, servidores municipais protestam e fecham, na manhã desta quinta-feira (26), a avenida Almirante Barroso, sentido Entroncamento, em frente ao Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Município de Belém (IASB), em reivindicação à pauta da Campanha Salarial 2022. Uma comissão dos manifestantes formada por integrantes do Fórum de Entidades de Belém já está reunida com representantes do IASB.

Dentre os pontos reivindicados, trabalhadores e trabalhadoras exigem o realinhamento dos vencimentos-base do funcionalismo municipal ao salário mínimo nacional de R$ 1.212. Os servidores entraram em greve no dia 18 de maio, após assembleia geral realizada na escola estadual Cordeiro de Farias.

ANIVERSÁRIO DE 65 ANOS DE ED

No dia em que o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues (Psol) completa 65 anos, dezenas de servidores públicos da capital foram às ruas. Um bolo de papelão foi produzido e nele constam as reivindicações da Campanha Salarial 2022.

O ato realizado em frente ao IASB provoca lentidão ao já pesado trânsito da principal via da cidade. Agentes da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (SeMOB) orientam motoristas a utilizar a pista do BRT como alternativa. Guarnições da Polícia Militar também acompanham o movimento dos manifestantes.

DENÚNCIA NA OIT

Segundo a Coordenação Geral do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Pará (Sintepp), a entidade vai denunciar o prefeito Edmilson Rodrigues diante dos descontos a falta greve que servidores estão tendo durante a mobilização da Campanha Salarial 2022.

“A prefeitura de Belém vai descontar a falta greve dos servidores municipais de Belém em uma clara tentativa de perseguir quem luta para defender seus direitos, nesse caso, os servidores municipais de Belém. Vamos denunciar o prefeito Edmilson por prática anti Sindical na organização internacional só trabalho (OIT) com sede em Genebra”, disse a professora Silvia Letícia coordenadora geral do Sintepp Belém

Confira o que o funcionalismo municipal reivindica por meio do Fórum de Entidades de Belém.

No dia 25 de maio, a Coordenação Geral Belém do Sintepp encaminhou um ofício (38/2022) à Secretaria Municipal de Educação (Semec), solicitando esclarecimentos às respostas, encaminhadas pela própria Secretaria, quanto à pauta de reivindicação dos servidores da Educação de Belém.

Leia também

Servidores fecham avenida Nazaré e iniciam negociação com a Prefeitura de Belém

Em assembleia, servidores públicos de Belém decidem pela greve geral a partir do dia 26

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais visualizados