terça-feira, setembro 27, 2022
Google search engine
InícioMídiaFamaEdmilson, a Mercedes, os fuscas e os processos judiciais

Edmilson, a Mercedes, os fuscas e os processos judiciais

Sextou!

A manhã desta sexta-feira começou agitadas nas redes sociais e grupos no Whatsapp, onde rolam até agora fofocas, disse me disse e ameaça de processos.

Primeiro foram as redes sociais daquilo que se intitula como Belém Trânsito, que trouxe a fofoca do novo afair do prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues (PSOL).

Depois veio o comentário do radialista Nonato Pereira, em seu programa matinal diário, Mix Atualidades, na rádio Super Marajoara, onde disse que o prefeito teria comprado uma Mercedez-Bens e dado à nova namorada de presente.

Logo em seguida, as redes sociais de Edmilson trouxeram a ameça com a mensagem abaixo:

Entramos em contato com o radialista Nonato Pereira para ele dizer algo sobre a ameça de processo por parte do prefeito e ele respondeu: “Eu apenas disse: Bacana foi um presente que dizem que ele deu pra namorada. Um mercedes. Mandaram isso aqui (…)”.

Nonato também disse que é capaz de corrigir o que considerou um ato falho, sendo levado ao erro de ler no ar -e ao vivo – uma informação que recebeu no seu celular, mas não checou. “Li o que havia recebido, mas depois pensei: Como o Edmilson poderia ter dado uma Mercedes para a namorada, se ele disse em uma propaganda eleitoral que seu patrimônio se resumia a apenas um Pálio, 2 fusca e uma bike?

OS LIVROS DA PREFEITURA DE BELÉM

Além de se defender, Nonato alfinetou Edmilson com uma lembrança incômoda: “Eu nunca fui condenado e nem devo nada à justiça. Pelo contrário, condenado está o prefeito, acusado de desviar recursos para a compra de livros didáticos para a prefeitura de Belém”.

De fato, a justiça confirmou e a imprensa nacional e paraense deu divulgação na condenação de Edmilson Rodrigues por improbidade administrativa, por causa de irregularidades na área da educação, quando ainda era do PT e foi prefeito de Belém, entre os anos de 1997 a 2005.

Segundo matéria da revista VEJA, “o juiz Cláudio Henrique Fonseca de Pina, da 1ª Vara Federal do Pará, condenou Rodrigues por problemas na compra de livros didáticos e por desvio de finalidade de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). No caso da compra dos livros, feita sem licitação, mais de 14.000 exemplares foram pagos sem ter sido entregues, de acordo com a denúncia. Segundo uma testemunha, a então chefe da Divisão de Recursos Materiais da prefeitura, Eliana Medeiros de Miranda, assinava as notas fiscais dos livros como se eles já tivessem sido entregues. Em relação ao FNDE, o ex-prefeito foi acusado de usar a verba para comprar produtos que nada tinham a ver com a área, como camisetas e bonés, e pagar pela produção de CDs, DVDs e apresentações culturais. Rodrigues foi condenado a ressarcir integralmente R$306. 973 reais de danos causados aos cofres públicos, além de pagar uma multa de 50% sobre o valor a ser devolvido”.

Quanto ao romance de Nayra Baker e Edmilson Rodrigues, desejamos que seja infinito enquanto dure.

Leia também:

Esposa de Edmilson Rodrigues é nomeada no governo de Helder Barbalho

Com nome de solteira, ex-mulher de Edmilson Rodrigues é renomeada no governo de Helder Barbalho

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Anúncios -spot_img

Mais visualizados