quarta-feira, março 22, 2023
spot_img
InícioEleições 2022DOXA analisa o perfil do voto de eleitor de Lula; Acompanhe o...

DOXA analisa o perfil do voto de eleitor de Lula; Acompanhe o resultado

Por Dornélio Silva*

Neste artigo, vamos analisar o perfil do voto de Lula no Pará. Conforme artigo anterior, em que analisamos o perfil do voto de Bolsonaro, este passa pelas mesmas categorias: mesorregiões, cidades, sexo, faixa de idade, renda, escolaridade, religião, ocupação. Além disso, vamos identificar em quem o eleitor Lulista está votando para o governo do estado do Pará, em quem vota para o senado e para deputado federal; assim como aferirmos como este eleitor avalia o governo de Helder e de Bolsonaro. Vamos saber se o eleitor lulista tem conhecimento do envolvimento de Helder em corrupção.

Vamos analisar o perfil dos 43,0% de intenção de voto que tem, hoje, Lula no Pará.

Quando analisamos a distribuição dos votos de Lula pelas seis mesorregiões do estado, verificamos que a maior concentração dos votos está nas mesorregiões Metropolitana, representando 45,0%. O Nordeste representa 18,8% dos votos lulistas; e o Sudeste, 15,2%.

Ao analisar do ponto de vista das cidades, descobrimos as 7 (sete) cidades paraenses que são mais lulistas: Belém, Ananindeua, Marabá, Breves, Abaetetuba, Barcarena e Cametá.

O eleitor de Lula é mais do sexo feminino, 52,3%; no entanto, o percentual de homens é grande, 47,9%.

Em se tratando de faixa de idade, a concentração dos votos de Lula está na faixa de 22 a 29 anos, 29,8% e 30 a 44 anos, somando as duas faixas de idade chegamos a 59,5%.

Agora, em se tratando de renda familiar, a maior concentração, 53,1%, é na faixa de Acima de 0 a 1 Salário Mínimo. Depois aparece na faixa acima de 1 até 2 salários mínimos, 34,9%.

Quando se trata de credo religioso, o eleitor de Lula, em sua maioria, é católico, chegando a 60,7%. Os evangélicos representam apenas 24,0%.

Quanto à ocupação, o eleitor lulista no Pará está concentrado no Autônomo (pequeno empreendedor), representando 21,5% dos votos. Depois vem o estudante com 17,5%, seguido da dona de casa, 13,7%. O empregado da iniciativa priva representa 12,2%.

Analisamos, também, o comportamento eleitoral dos lulistas em relação à aprovação e desaprovação do governo de Helder Barbalho. O estudo mostra o seguinte quadro: 82,7% dos eleitores de Lula estão aprovando o governo de Helder; enquanto apenas 12,2% desaprovam. Quando avaliam o governo de Bolsonaro, 83,9% estão desaprovando; apenas 8,8% aprovam.

Maioria aprova o governo de Helder Barbalho

Quanto ao voto dos lulistas para governo do estado, 78,1% estão votando em Helder Barbalho; enquanto apenas 3,2% votam em Zequinha Marinho; Cleber Rabelo recebe 1,8% e Major Marconi, 0,5% dos votos lulistas.

Boa parte dos eleitores de Lula não votam no candidato do PT ao senado

E, em relação aos candidatos ao senado, como estão votando os eleitores de Lula? O estudo mostra que 30,2% votam em Márcio Miranda (PTB). A segunda maior votação lulista vai para Manoel Pioneiro (PSDB), 7,8%; em seguida Flexa Ribeiro recebe 7,0% dos votos lulistas; Beto Faro (PT), 6,1% e Mário Couto, 5,4%.

O estudo identifica em quem os lulistas paraenses estão votando para deputado federal. Em primeiro lugar ficou Márcio Miranda, 18,1%; depois vem o delegado Eder Mauro, 9,1%; delegado Eguchi recebe 4,1% dos votos de Lula; Priante recebe 4,0%; Joaquim Passarinho recebe 3,3%; Ursula Vidal e Cássio Andrade recebem, ambos, 3,1% dos votos de Lula.

O estudo mostra como pensa o eleitor lulista em relação ao governo Helder a partir da seguinte questão: “você acha que o governo Helder Barbalho está ou não envolvido em corrupção?”. Os lulistas estão divididos em relação a essa questão: 31,8% afirmam que o governo está envolvido em corrupção; enquanto 30,1% dizem que não está envolvido. Outros 25,0% são indiferentes; e 13,1% não quiseram se manifestar.

Em relação à decisão do voto por causa dessa situação, 39,6% dos lulistas afirmam que diminui a vontade de votar em Helder; e outros 47,8% acham que isso não interfere na decisão do voto.

E por qual meio de comunicação os lulistas mais se informam sobre as coisas que acontecem no estado? A grande maioria se informa pela internet, 52,8%. Depois vem a televisão, aparecendo com 41,2% de citações.

Assim, podemos conhecer melhor o voto bolsonarista (primeiro artigo) e voto lulista (segundo artigo) do estado do Pará.

Enviado por Dornélio Silva, Cientista Político e Diretor da Doxa Pesquisa.

Leia também:

DOXA analisa o perfil do voto de eleitor de Bolsonaro; Acompanhe o resultado

Doxa lança primeira pesquisa no contexto político do Pará; confira

Pesquisa Doxa aponta cenário eleitoral nas cidades de Belém e Ananindeua; Confira os números

RELACIONADOS

Mais visualizados