terça-feira, fevereiro 7, 2023
spot_img
InícioEleições 2022Muito prestigiado, Celso Sabino lançou pré-candidatura à reeleição

Muito prestigiado, Celso Sabino lançou pré-candidatura à reeleição

Num clima bastante festivo, foi lançada no último sábado (4), na sede da escola de samba Rancho Não Posso Me Amofiná, no bairro do Jurunas, a pré-candidatura do deputado federal Celso Sabino (União Brasil). Com a presença do pré-candidato à Presidência da República, deputado federal Luciano Bivar, Sabino reuniu familiares, grupos políticos, entre prefeitos, deputados estaduais, vereadores e centenas de lideranças de vários bairros de Belém e do interior do Estado, dentre outros apoiadores.

Durante quase duas horas, num palco 360, testemunharam-se várias manifestações de apoio à pré-candidatura de Celso Sabino, que vai tentar a reeleição no pleito de outubro. Em caravanas e com bandeiras, papel picado, faixas e balões, apoiadores animaram o lançamento da pré-candidatura. Ao final da programação no Rancho, ocorreu a apresentação de um grupo de carimbó da cidade de Maracanã.

O jovem parlamentar, de 43 anos, na eleição de 2018 obteve mais de 146 mil votos. O representante da Câmara Federal tem demonstrado desenvoltura durante o mandato, o que lhe tem conferido prestígio em Brasília junto ao presidente Jair Bolsonaro (PL), e, ao mesmo tempo, no Pará, com a gestão de Helder Barbalho (MDB).

PARÁ – PRIMEIRA VEZ NA CMO

O espaço ocupado por Sabino e o protagonismo conquistado tem sido fruto das muitas articulações ligadas ao Planalto, mas também ao Congresso Nacional, o que o ajudou a ser o deputado campeão de recursos destinados ao Pará.

Uma das mais recentes conquistas do tributarista Celso Sabino foi ser o escolhido, pela primeira vez na história do Pará, presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO) do CN, com a responsabilidade de estar a frente das discussões e da votação de investimentos da ordem de R$ 5,2 trilhões para 2023. Sobre isso, o deputado falou da importância de estar na presidência da CMO, função que poderá garantir grandes projetos ao Estado do Pará, por meio de investimentos aprovados na CMO.

No seu discurso, Celso Sabino agradeceu aos familiares, a todos os políticos e enfatizou o papel das lideranças. “Isso aqui é uma família para mim. A gente sofre juntos, trabalha juntos, enfrenta campanha, juntos, chora juntos e sorri juntos também, destacou o parlamentar no início do seu discurso. O pré-candidato enalteceu a presença de toda a classe política e sobretudo da militância, e agradeceu o apoio de prefeitos, vereadores, ex-prefeitos de várias regiões, dentre elas do Marajó, do Baixo Tocantins, da Região Metropolitana, do Nordeste, da Calha Norte, do Oeste e Sul paraenses.

BELÉM

Em parte do discurso, Sabino criticou o atual cenário administrativo da capital paraense. “A minha amada Belém está sofrendo, a minha amada Belém está vendo lixo se acumular nas esquinas, a minha amada Belém está vendo as ruas ficarem só buraco, a minha amada Belém está vendo o povo sofrer com ônibus quebrando, a minha amada Belém, que está vendo lixo só se acumular, vendo rato entrar na casa das pessoas. Eu fico muito triste”, disse. “Mas nós só estamos aqui porque ainda existe um grupo de homens e mulheres que não desistiu da política. Eu não vou desistir de Belém, eu não vou desistir do Pará”, garantiu o advogado e auditor fiscal.

ALGUNS FEITOS

Em seu pronunciamento, Celso Sabino lembrou das ações executadas no território paraense, em parceria com o Governo Federal, por conta da iniciativa do seu mandato nesses mais de três anos de atuação em Brasília. Dentre as ações destacadas pelo deputado federal estão o asfaltamento da BR 163 (Santarém- Cuiabá), substituição das pontes de madeira por estruturas de concreto da Rodovia Transamazônica e a ponte sobre rio Araguaia, para ligar Conceição do Araguaia, no Pará; à Xambioá, no Estado do Tocantins.

RELATORIAS

Durante o mandato, o parlamentar se destacou pela atuação nas relatorias dos Projetos das Leis Sansão, Adir Blanc e da Reforma do Imposto de Renda, na reforma tributária. O presidente da CMO lembrou que atuou, em 2019, na celebração de um acordo com a União referente à Lei Kandir, a fim de compensar as perdas dos estados exportadores e dentre eles inclui-se o Pará.

BIVAR

O pré-candidato Luciano Bivar justificou o apoio à pré-candidatura de Celso Sabino sob duas razões. Bivar disse que fez questão de sair de Brasília para participar da programação de lançamento da pré-candidatura, e aproveitou para falar da escolha de Sabino para presidir a CMO. “Não precisa dizer que o União Brasil sente-se muito confortável em escolhê-lo como o nosso presidente da Comissão do Orçamento Misto deste País, pois sabemos a família social que você tem, a família que você representa no Pará e no Brasil como um todo”, ressaltou o presidente nacional da UB. Atualmente a legenda possui 56 deputados federais e dez senadores. “Celso é um deputado diferenciado. Vocês vão ver, minha gente, esse homem, num futuro, governador do Estado do Pará”, salientou.

Leia também

O protagonismo de Celso Sabino em três anos de mandato na Câmara Federal

Por aclamação, Celso Sabino é escolhido presidente da CMO do Congresso Nacional

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais visualizados