sábado, janeiro 28, 2023
spot_img
InícioPolíticaCidadesBelém foi a capital brasileira que mais aplicou vacinas vencidas, afirmam pesquisadores

Belém foi a capital brasileira que mais aplicou vacinas vencidas, afirmam pesquisadores

Matéria do Jornal da Record desta segunda-feira, 5, reafirmou o levantamento feito por pesquisadores da USP e Unicamp, que identificaram mais de 26 mil doses da vacina vencidas da Oxford/Astrazeneca teriam sido usadas em pacientes de diversas cidades brasileira.

Pelo levantamento, Belém é a capital brasileira que teria aplicado o maior número de doses vencidas da vacina. A secretária municipal de Saúde da capital paraense nega e diz que pode ter sido um erro de registro no sistema.

No entanto, a Folha de São Paulo voltou a reafirmar as informações contidas em sua matéria, com outra sob o título Prefeituras negam aplicação de vacina vencida e falam em erro de registro no sistema.

Para a Folha, as respostas das prefeituras que negaram terem aplicado as doses de vacinas vencidas, “não comprovam a aplicação na data correta. Além disso, ao atribuírem o resultado do levantamento a erros nos dados do sistema federal, elas apontam para o que pode ser um outro problema: a falta de controle sobre a vacinação no país e talvez sobre o próprio DataSUS, fonte de acompanhamento da saúde pública no Brasil“.

O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues (PSOL) evita comentar o caso e pacientes entrevistados pela TV Record temem que não estejam imunizados.

Em São Paulo, cerca de 900 pessoas que receberam vacinas de lotes apontados como vencidos estão sendo monitorados e deverão receber uma nova dose da vacina.

Já em Nilópolis, no Rio de Janeiro, a prefeitura confirma que aplicou 210 doses vencidas da vacina contra a Covid e todos os pacientes serão revacinados, garantiu a prefeitura.

“Cruzamento de dados diz que 1.764 doses vencidas da vacina foram aplicadas na Região Metropolitana do Rio de Janeiro; algumas cidades negam e culpam erro no sistema“, informou o G1.

Assista a matéria do jornal da Record, exibida na noite de ontem, 05, onde o caso foi novamente noticiado.

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais visualizados