sexta-feira, janeiro 27, 2023
spot_img
InícioDestaqueAbandono de praças de Belém causa morte de peixes e lixo por...

Abandono de praças de Belém causa morte de peixes e lixo por todos os lados

Em Janeiro deste ano, a Associação de Amigos da Praça Batista Campos denunciou o furto de 20 pirarucus de um dos lagos existente no logradouro, assim como a Praça da República, um dos maiores e mais bonitos de Belém.

A prefeitura de Belém, através do comando da Guarda Municipal disse que iria apurar o fato, mas depois de quase um ano, não há informações sobre qualquer investigação e muito menos os responsáveis pelo ousado crime.

Guarda Municipal apura furtos de pirarucus na praça Batista Campos — Foto: Agência Belém

Reformada durante a gestão de Zenaldo Coutinho (PSDB), a praça ganhou nova iluminação, calçada de pedras portuguesas e o restauro de vários monumentos. A praça também ganhou novo paisagismo, com nova grama, flores e plantas que embelezaram ainda mais um dos cartões postais mais famosos de Belém.

160 bancos e 160 lixeiras também foram devolvidos reformados, assim como postes de iluminação foram pintados e as luminárias foram trocadas por novas, mas agora a Praça de República se encontra deteriorada e fedorenta.

Imagem de um dos monumentos da Praça da República reformada em 2017.

Em matéria publicada nesta sexta-feira, 24, o portal Pará Web News divulgou a foto de dois peixes mortos, após serem retirados de um dos lagos da Praça da República.

A água do lago onde há diversas espécies de peixe apresenta uma coloração verde escura e densa, um odor forte, provavelmente causado pela falta de manutenção e a decomposição de peixes mortos.

Calçada Praça da República foi toda restaurada com novas pedras portuguesas. Foto: Alef Siqueira – 2019.

A falta de manutenção e limpeza é sentida por todos os coretos e demais monumentos existentes na principal praça de Belém. Além dos lagos, onde existiam peixes de várias espécies, calcadas e lixeiras estão quebradas.

Ano passado, veterinários e biólogos fizeram a transferência de um Pirarucu que estava em um dos lagos da praça da República para o Jardim Zoobotânico “Bosque Rodrigues Alves”.

Considerado um crime ambiental, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) deve ser acionada pelo Ministério Público Estadual para resolver o problema e não deixar mais que a situação se repita.

IPHAN DENUNCIA ABANDONO DE PRAÇA RECÉM-REFORMADA

Ainda segundo o portal Pará Web News, a praça D. Pedro II, localizada na frente do Palácio Antônio Lemos, no bairro da Cidade Velha, foi recentemente reformada e entregue à popução, mas já está abandonada.

 Entregue reformada em Setembro deste ano, a Praça D. Pedro II já está abandonada. Fonte: IPHAN

As informações contam em um relatório feito pelo IPHAN, que revela que a praça padece com lixo jogado em diversos pontos da praça e o lago existente nela, também se encontra sem manutenção, apresentando a coloração esverdeada e uma veteção, além de contar com limo e forte odor.

A praça D. Pedro II fica em uma região turística de Belém, frequentado por visitantes que vem de fora, além de estar bem a frente do prédio da prefeitura, mas, apesar de sua importância, sofre com a falta de gestão da prefeitura de Belém.

Pará Web News.
RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais visualizados