terça-feira, fevereiro 7, 2023
spot_img
InícioPolíciaA caça a policiais no Pará continua. PM é executado em Marituba

A caça a policiais no Pará continua. PM é executado em Marituba

A caça a agentes da segurança pública no Pará segue desenfreada.

Hoje a noite foi a vez do Sargento Marivaldo, executado no município de Marituba, quando chegava na sua casa em sua moto.

A morte do policial militar foi confirmada pelo CIOP e por seus colegas que postaram áudios chorando em grupos de Whatsapp.

Pelas informações que recebemos, o nome do policial é Marivaldo Lopes da Silva, que tinha 48 anos de idade e estava cedido ao COP – Comando de Operações Penitenciárias da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária, pasta do secretário Jarbas Vasconcelos.

A cena do local do crime. Marivaldo caído ao lado de sua moto, ao chegar em sua casa. Disparos de tiros acertaram o corpo e ceifaram a vida do policial militar cedido à SEAP.Marivaldo é mais um policial paraense vítima de um suposto crime de encomenda, praticado por membros de facções do crime organizado, que agem em retaliação à medidas adotadas pelo Estado.

Nos últimos dias, um policial penal foi executado e outros dois quase morrem em atentados registrados contra agentes da segurança pública do Pará, na grande Belém.

Sábado, Wellington Cláudio Lima Coimbra foi o sexto policial assassinado no Pará esse ano. A vítima veio a óbito depois de ser surpreendido por dois homens que o aguardavam e dispararam vários tiros, na porta de sua casa, em Ananindeua.

O policial Penal era lotado na Seccional da Cidade Nova e foi executado a tiros por dois homens que o esperavam, quando este chegava em sua casa, no Bairro Icuí-Guajará, em Ananindeua.

O outro atentando a um policial penal ocorreu no Bairro de Fátima, ontem (11) onde bandidos armados tentaram roubar a arma do agente. Ainda não há maiores informações sobre este caso.

Um outro agente da SEAP quase morre ao ter sido abordado no Bairro de Fátima, neste domingo, 11, em Belém. Segundo informações preliminares, dois meliantes queriam roubar a arma do policial, mas não conseguiram.

Outro agente do sistema pena conhecido como Wand quase morre depois de levar três tiros na manhã de hoje, 12, no bairro do Tapanã, em Belém. Ele foi socorrido e está em observação no Hospital Metropolitano.

Mais informações em breve.

Leia também:

Criminosos dizem que quem manda em Belém são eles e não a polícia e nem as milícias

Jarbas Vasconcelos afasta Ten.Coronel que negociou com Comando Vermelho, mas que pode ser promovido na PM

Em defesa do chefe, ex-petista acusou “reforço às facções e milícias”

Comando Vermelho divulga áudios e expõe negociações com o Estado

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais visualizados